Vertigens na Medicina Chinesa



Vertigens


A denominação de vertigens de acordo com a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) implica dois grupos de sintomas: Xuan: visão turva e escur, e Yun: tonturas.

Em casos leves, a vertigem desaparecerá descansando um pouco a vista; de contrário a pessoa sente-se incapacitada de manter o equilíbrio. 
A vertigem observa-se na hipertensão, esclerose das artérias cerebrais, anemia, vertigens do ouvido interno, neurastenia, etc.

Etiologia e fisiopatologia

As três principais causas das vertigens: Vento, Tan e insuficiência por debilidade das condições físicas congénitas, debilidade por enfermidade crónica, questões emocionais e dieta desequilibrada.

1) VENTO: o fígado é um órgão associado à Madeira; como entidade orgânica é Yin, apesar da sua fisiologia apresentar-se como Yang, tem tendência a provocar vento, cuja característica é o movimento e a subida. Um fator emocional excessivo transforma-se em fogo, que sobe à parte superior, ao cérebro, sendo o fogo Yang. Este é um dos motivos da vertigem; o outro é a insuficiência habitual de Yin de Rim, que não pode ajudar o Yin de fígado, já que o Yang excessivo ataca o cérebro.

2) TAN (flema): uma dieta desequilibrada, cansaço e o stress prejudicam o baço e o estômago, comprometendo, portanto, a sua função de assimilação. Gera-se assim humidade e TAN, que fecha a passagem de elevação do Yang puro (os elementos nutritivos) e a descida de Yin residual. 

3) INSUFICIÊNCIA: de Qi e Sangue. As doenças crónicas, a hemorragia e o excesso de preocupação consomem o qi e o Sangue, a função débil do baço diminui a produção de Qi e Sangue. Por insuficiência de Qi, o Yang nutritivo não se desenvolve; por insuficiência de Sangue, o cérebro não tem irrigação suficiente, uma das causas da vertigem.

Diagnóstico diferencial e tratamento


Subida de YANG do fígado:
Vertigens, zumbidos, dor de cabeça temporal, sintomas agravados com o stress, impaciência, irritabilidade, insónia, sonhos abundantes, boca amarga e cara avermelhada.
Língua com saburra amarela pulso em corda.

Análise dos sintomas: a vertigem deve-se à agressão do Yang hepático. A subida de Yang provoca cara avermelhada, impaciência e irritabilidade. O Fogo do fígado ataca o coração e causa a insónia e os sonhos abundantes. Boca amarga, saburra amarela e pulso em corda são sintomas da subida patológica do Yang de hepático.
Se os sintomas anteriores forem acompanhados de dor lombar e dor nos joelhos, cansaço, cansaço, suores noturnos e pulso em corda e rápido; a subida do Yang de fígado é consequência da insuficiência de Yin de rim, portante o síndrome será misto.

Tratamento

Pontos: 20VB, Taiyan (PEX), 3F, 38VB, 3R

Explicação: Taichong(3F), que é o Yuan Xue (ponto de origem) e seda o Yang do fígado. O excesso de Yang é sinónimo de de excesso de fogo. Para sedar o fogo do fígado e da vesícula biliar, escolhemos o Yangfu(38VB), pertencente ao meridiano Shao Yang do pé e correspondente ao fogo. Sedando o Yangfu(38VB), filho da Madeira, tratamos o síndrome de excesso. Fengchi(20VB) situa-se na cabeça e tem a função de eliminar o Yang excessivo da parte superior. O ponto Taixi(3R) tonifica o rim para que gere mais água alimentando a Madeira. 

Em caso de dor lombar acrescentar: Shenshu(23B) + Yaoyan (ponto extra)


Obstrução TAN(flema):
Vertigens, sensação de cabeça pesada, opressão toráxica, náuseas. Língua com saburra branca e viscosa, pulso flutuante.

Análise dos sintomas: a TAN além de obstruir o Jiao médio, impede ao mesmo tempo a subida dos elementos nutritivos ao cérebro, causando a vertigem com sensação de cabeça pesada.

Tratamento

Pontos: 8E, 20DM, 12RM, 40E, 9BP

Explicação: para desbloquear o Yang nutritivo e eliminar a TAN dos meridianos utilizamos o Touwei(8E) e o Baihui(20DM); o Zhongwan(12RM) ponto MU dos estômago. sobe os elementos nutritivos e baixa os resíduos; associado ao Fenglong(40E) dissolve e elimina a TAN; associado ao Yinlingquan(9BP), regula o aquecedor médio de forma a eliminar a flema. 


Insuficiência de Qi e Sangue:
Vertigens que diminuem com o descanso. cara, lábios e unhas pálidas, respiração curta, cansaço, insónia. Língua pálida e pulso sem força.

Análise dos sintomas: o baço está diretamente relacionado com o sangue. O seu estado insuficiente não permite a produção de sangue nem o transporte necessário para o cérebro, e por isso a vertigem agrava-se com o movimento e cansaço. A insuficiência de Qi manifesta-se com o cansaço e respiração curta. 

Tratamento


Pontos: 20DM, 20B, 17B, 36E, 6BP

Explicação: como a causa da vertigem é a insuficiência de Qi e Sangue, tonifica-se o baço e o estômago com os pontos Pishu(20B), Zusalli(36E) e Sanyinjiao(9BP). Geshu(17B) é ponto de tonificação de sangue. Baihui(20DM) para elevar o Qi e o Sangue de forma a transportar os elementos tróficos ao cérebro.




Ficou com alguma dúvida?
Coloque-a através dos seguintes contactos:
  • wcanavarro@gmail.com
  • Formulário de contacto (aqui)



"Uma longa jornada começa com um único passo" Lao Tsé