Trate a Depressão com Medicina Chinesa





A Medicina Chinesa é uma alternativa eficaz para o tratamento da Depressão.


Segundo a MTC, a depressão é um transtorno provocado por um bloqueio emocional com estancamento de Qi, cuja sintomatologia seria irritabilidade, tendência a chorar, dor na zona do hipocôndrio, insónia e, às vezes, sente-se um corpo estranho na garganta. Não é exactamente a mesma descrição da medicina ocidental, mas partilham certos aspectos.

No primeiro livro médico “O clássico de medicina interna do imperador amarelo” já havia teorias da origem da depressão. Em MTC, os problemas mentais e/ou emocionais como a depressão atribuem-se a um desequilíbrio ou bloqueio de um ou mais dos órgãos internos (Zang-Fu), alguns dos quadros mais comuns de desequilíbrio relacionado com a depressão são os seguintes:

- Êxtase de Qi de Fígado (insegurança, distensão hipocondríaca, eructos, anorexia, etc.)
- Acumulação de flemas
- Deficiência de Yin de Coração (palpitações, insónia, despistes, etc.)

Se começam a surgir sintomas como os mencionados anteriormente e não se tratam, o transtorno se estenderá, afectando outros órgãos. Quanto mais se demora a ser tratado, mais tratamentos são necessários.

A acupuntura é a técnica mais utilizada, apesar de também se complementar com a administração de preparados fitoterapêuticos. 

Um novo estudo piloto da Universidade de Arizona confirmou que os tratamentos utilizando a MTC para a depressão leve e grave são prometedores. Em 70% dos participantes do estudo, os sintomas diminuíram em 50%, no mínimo. Estas percentagens foram comparadas às obtidas com a psicoterapia e a medicação química. Este foi o primeiro estudo clínico controlado, de distribuição aleatória sobre a efectividade da acupuntura no tratamento da depressão em prensa científica ocidental.




Ficou com alguma dúvida?
Coloque-a através dos seguintes contactos:
  • wcanavarro@gmail.com
  • Formulário de contacto (aqui)

"Uma longa jornada começa com um único passo" Lao Tsé